José Abílio Gonçalves, Vice Campeão Mundial de Boccia

José Abílio Gonçalves e o seu parceiro de competição Paulo Correia sagraram-se Vice-Campeões do Mundo, no Boccia World Championship que decorre no Rio de Janeiro, Brasil.

Numa prova extremamente competitiva, onde o equilíbrio foi nota dominante, o atleta arsenalista conseguiu atingir a final onde defrontou o campeão australiano, e medalha de bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, Daniel Michel. O campeão nacional não conseguiu derrotar o atleta “aussie”, perdendo a final por 1-5.

José Abílio Gonçalves entra, definitivamente, na elite da modalidade, após este brilhante resultado, e posiciona-se fortemente para a qualificação para os próximos Jogos Paralímpicos de Paris’2024. Lembramos que José Abílio Gonçalves arrecadou 3 medalhas de bronze nas duas ultimas Taças do Mundo às quais junta, agora, a medalha de prata neste Campeonato do Mundo.

Após a prova individual, segue-se a prova de pares, onde Portugal defronta, no Grupo A, Hong Kong, a Polónia e a Tailândia, para a disputa do acesso aos quartos de final.

José Abílio Gonçalves na final do Mundial de Boccia

O campeão nacional José Abílio Gonçalves alcançou a final do Campeonato do Mundo de Boccia, que decorre na cidade do Rio de Janeiro, no Brasil.

O atleta arsenalista, acompanhado por Paulo Correia, derrotou o campeão brasileiro Mateus Carvalho por 3-2, num jogo extremamente difícil, mas que manteve sob controlo desde o seu início, apesar da resposta do seu adversário que procurou, sempre, a volta no resultado.

Na final, José Abílio Gonçalves irá defrontar Daniel Michel, campeão australiano, e medalha de bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Para a discussão do 3º e 4º lugar, o brasileiro Mateus Carvalho defrontará o polaco Damian Iskrzycki.

Uma prova extraordinária, de um elevadíssimo nível competitivo, onde estrelas da modalidade como Grigorios Polychronidis, Adam Peska, Tak Wa Tse, Howon Jeong, Hansoo Kim, e as estrelas ascendentes William Arnott, Akkadej Choochuenklin e Masayuki Arita, entre outros que conseguiram a qualificação, foram eliminados nas diferentes fases da prova.

De realçar que José Abílio Gonçalves/Paulo Correia têm realizado um percurso brilhante, desde que foram aposta clara para a seleção nacional, alcançando quatro medalhas nas três ultimas provas internacionais, de nível mundial, três nas duas ultimas Taças do Mundo e uma certa neste Campeonato do Mundo. A certeza que nasceu uma nova estrela do Boccia!