Bolas oficiais: Avanços nos critérios de aprovação

Após o licenciamento dos novos produtores e, respetivamente, das futuras bolas oficiais, aprovadas para jogo nas competições internacionais, a BISFed avançou para o alargamento do grupo de trabalho que enquadrou este desenvolvimento, passando a contar com 12 elementos, atletas, treinadores, produtores, árbitros e técnicos da federação.

Este é um desenvolvimento que saudamos, após tanta insatisfação dos atletas pela forma como foi concebido, conduzido e justificado inicialmente e até à conclusão do processo de licenciamento. Esperemos poder vir a resolver as principais preocupações abordadas pelos membros que se manifestaram, e que propuseram soluções técnicas, como por grupos de atletas e técnicos dos mais variados países, e regista-se como um passo positivo que importa ir muito mais longe do que se foi até agora, para o bem da modalidade.

O grupo de trabalho irá reunir semanalmente, tendo por objetivos:

  1. Criar uma definição clara para as especificações a que devem atender as bolas de boccia.
  2. Identificar as circunstâncias em que se pode considerar que uma bola foi adulterada.
  3. Aconselhar que procedimentos adicionais e regras são necessárias para determinar se uma bola cumpre os critérios.
  4. Aconselhar que penalidades devem ser aplicadas se uma bola não cumprir com os critérios.

Campeonato da Europa de Boccia’Sevilha 2021

As inscrições da 1ª Competição Internacional do novo ciclo paralímpico, após os Jogos Paralímpicos de Tóquio, a saber o Campeonato da Europa de Boccia de 2021, que terá lugar em Sevilha, de 22 a 30 de Novembro, já terão alterações significativas, nomeadamente a implementação de provas separadas entre jogadores do sexo masculino e do sexo feminino, em todas as classes. Será limitado a 128 atletas, o que acontecerá em todos os Campeonatos das diferentes regiões/continentes. A estrutura de competição será a seguinte:

BC1 Masculino/  BC1 Feminino

 BC2 Masculino/  BC2 Feminino

BC3 Masculino/  BC3 Feminino

BC4 Masculino/  BC4 Feminino

Par BC3 (um atleta do sexo masculino, uma atleta do sexo feminino e nenhum substituto)

Par BC4 (um atleta do sexo masculino, uma atleta do sexo feminino e nenhum substituto)

Equipa BC1/BC2 (3 atletas, no mínimo um BC1, um homem e uma mulher)

A Competição de Pares e Equipas está limitada a 12 participantes com base nos seguintes critérios: Uma vaga para o País Anfitrião; Os 11 países no Top ainda não qualificados com base no Ranking Mundial de 1 de Junho de 2021.

A Competição Individual terá entre 6 e 24 participantes consoante as inscrições.

Cada país pode inscrever um máximo de 10 atletas para toda a competição e está limitado ao máximo de duas (2) inscrições individuais por classe.

Uma equipa/par receberá uma (1) vaga por género para a competição individual. A segunda vaga na mesma classe individual será atribuída pelo ranking mundial ou apenas por vaga bi-partite (convite) e o segundo atleta não pode participar na competição de Pares & Equipas (exceto na circunstância de 2 atletas do mesmo género e classe serem parte da sua equipa BC1-BC2).
As vagas serão confirmadas após a inscrição por número com base na Lista de Ranking Mundial da BISFed de 1 de Junho de 2021, para todas as classes, por forma a garantir que o evento pode ser concluído no tempo destinado. Apenas para as classes individuais, haverá um reduzido número de vagas bi-partite/por convite concedidas de acordo com o entendimento discricionário do Comité de Competição da BISFed. O Comité considerará fatores como completar o nºde inscrições individuais para uma classe e/ou género por forma a assegurar que a força, a profundidade e o formato são adequados, resultados anteriores, uma maior representação/participação e oportunidades equitativas de competição e de qualificação.

Novo sistema competitivo internacional de Boccia

Juntam-se as principais alterações ao Manual de Competição e Ranking da BISFED, às Regras de Classificação e às Regras de Boccia, que entrarão em vigor após os Jogos Paralímpicos de Tóquio, para o quadriénio 2021-2024.

As principais alterações para 2021-2024 são as seguintes:
▪ Foram alterados os limites de idade mínima e máxima (13 – 21 anos) para a inscrição em Eventos de Jovens da BISFed.
▪ Cada competição da BISFed terá 11 eventos de medalhas para o quadriénio de 2021-2024:
o Eventos individuais masculinos e femininos em cada classe (8 medalhas)
o Eventos para Equipa BC1/BC2 e Par BC3 e Par BC4 (3 medalhas). Não serão permitidos substitutos e pelo menos 1 atleta do sexo masculino e 1 do sexo feminino devem estar sempre em campo.

As principais alterações ao Sistema de Competição são:
o Um novo evento de Qualificação Paralímpica em 2024.
o As competições “World Open” passarão a designar-se como competições “World Cup/Taças do Mundo.”
o As competições “Open Regional” passarão a designar-se como competições “Intercontinental Challenger” e deixarão de ser restritas aos participantes da Região em que têm lugar.
o Novos Campeonatos Regionais e Mundiais de Boccia para Jovens [Regional and World Boccia Youth Championships]
▪ O Processo de Inscrição em Competições será atualizado; serão publicados pormenores a este respeito no Manual de Competições e Ranking.
▪ Os formatos usados para cada competição serão revistos. Existirá agora:
o Utilização de um sistema de sorteio por pote para complementar o sistema atual de ranking para construção de grupos/definição das pools;
o Um sistema de playoff para substituir o apuramento à fase eliminatória através da qualificação por pontos.
▪ O Sistema de Ranking Mundial incluirá:
o Pontuação mais elevada para progressão para a fase eliminatória;
o Ponderação ajustada de um nível combinado para World Cups/Taças do Mundo & Campeonatos Regionais.

Regras de Classificação: As Regras de Classificação de Boccia estão a ser revistas e uma nova edição das Regras será publicada após os Jogos Paralímpicos apresentada para os Campeonatos Regionais de 2021. É provável que a alteração mais significativa abranja os critérios mínimos de deficiência para tornar a competição mais justa na classe BC4. Podem esperar-se mudanças que poderão levar à reclassificação de atletas BC4 com status Confirmado.

Regras de Boccia
As principais alterações acordadas até agora são as seguintes:
▪ Clarificação e aperfeiçoamento das definições ou explicações de algumas das regras já existentes, tais como:
o Situação de Equidistância – deve verificar-se igual distância e igual pontuação;
o A secção para Descontos de Tempo Técnicos foi clarificada.
o Os Protestos serão resolvidos no campo de jogo (field of play – FOP).
▪ As dimensões da Caixa-alvo para as bolas de penalização serão aumentadas para 35cm x 35cm.
▪ As regras sobre respeitar o espaço do adversário foram desenvolvidas e passarão a incluir:
o Nenhuma intromissão nas casas de lançamento dos adversários será permitida, incluindo no aquecimento de dois minutos.
o Quando é mostrada a cor do adversário, um atleta (o seu assistente e o seu equipamento) devem sair do caminho.
▪ Foi acrescido o papel do Assistente de Treinador (AT), sendo permitida a presença do Treinador ou do AT no campo de jogo, ao fundo do campo, durante um jogo Individual (da mesma forma que é atualmente permitida a presença do Treinador nos jogos de pares/equipas).

Regras revistas quanto às bolas em sintonia com o processo de licenciamento de Bolas da BISFed, que incluirá:
o A partir de 1 de Janeiro de 2022, serão obrigatórias bolas oficiais nos World Cups/Taças do Mundo e no Campeonato do Mundo de Boccia.
o A partir de 1 de Janeiro de 2023, as bolas oficiais serão obrigatórias em todos os eventos sancionados pela BISFed.
o O número de verificações das bolas será aumentado, incluindo uma verificação antes de cada jogo. Se uma bola reprovar, esta não será
substituída a menos que seja a bola-alvo.
o As verificações das bolas serão feitas após todos os jogos para medalhas; as verificações aleatórias podem ser feitas após qualquer jogo ao critério do Árbitro Principal.
o Quaisquer outras regras relativas a bolas oficiais serão publicadas na versão final das Regras.
▪ As verificações de equipamentos pré-evento serão mantidas e incluirão:
o A revisão dos Ponteiros para garantir que são ponteiros (por exemplo, tecido e fitas não serão permitidos como ponteiros).
o Todos os dispositivos essenciais de comunicação serão verificados. Dispositivos eletrónicos não aprovados (incluindo smart watches) não serão permitidos em campo.
o Modificações das cadeiras-de-rodas serão revistas por um classificador.
▪ Regras revistas para as rampas dos BC3, incluindo:
o Qualquer dispositivo superior elevado não será permitido – a peça final não pode exceder a altura das partes laterais.
o Será obrigatório movimentar a calha (de um lado para o outro) para desempates e ao regressar da área de jogo.