José Gonçalves (Div A) e Eunice Raimundo (Div B) vencem 2ª Volta do VI Campeonato SCB de Boccia

Nunca esteve tão “ao rubro” o Campeonato de Boccia do SCB, como o desta época, especialmente nesta 2ª Volta, pela competitividade demonstrada pelos jogadores refletida na forma como disputaram os jogos e impuseram incerteza quanto aos vencedores.

Na Divisão A, cinco dos seis jogadores terminaram empatados, sendo necessário recorrer ao regulamento para determinar as posições finais. Assim, José Gonçalves voltou a liderar mais uma volta, Mário Peixoto acabou por alcançar a segunda posição e Domingos Vieira a terceira. De realçar a prestação do atleta Luís Caravana que venceu os jogadores da seleção nacional José Gonçalves e José Macedo e, pela primeira vez, foi disputar a vitória numa volta desta prova.

Em termos do melhor marcador e melhor defesa desta volta, José Gonçalves (25 pts marcados/ 13 pts sofridos) continua a manter a sua dianteira em relação aos demais, logo seguido por Luís Caravana (23 pts marcados / 16 pts sofridos) e Domingos Vieira (22 pts marcados / 15 pts sofridos).

Na classificação final do Campeonato, finda as duas primeiras voltas, e metade da prova, também se encontraram empatados três jogadores que tiveram de recorrer aos critérios de desempate para os ordenar. José Gonçalves segue em primeiro lugar, José Macedo em segundo e Domingos Vieira em terceiro.

Ao nível da média de pontos marcados em toda a prova realizada até ao momento, José Gonçalves (5,4) e Domingos Vieira (5,3) encontram-se muito próximos, com ligeira vantagem para o primeiro. Já em termos defensivos, José Gonçalves não tem dado chances aos seus adversários seguindo destacado no primeiro lugar, com uma média de 2,1 pontos sofridos por jogo. Em segundo lugar segue Domingos Vieira (2,8) e em terceiro José Macedo (3,5).

Na divisão B, Eunice Raimundo termina a 2ª volta em primeiro lugar, seguida por Ivo Oliveira e por Joaquim Soares. Eunice Raimundo (7,4) foi também a melhor marcadora desta 2ª volta, seguida por Ivo Oliveira (4,2) e Joaquim Soares (3,6). Em termos defensivos Eunice Raimundo apresentou a melhor defesa ao sofrer 1,2 pts, em média, por jogo, logo seguida por Ivo Oliveira (3,0) e Paulo Oliveira (3,4).

O pódio da prova da Divisão B, findas as duas primeiras voltas, ao nível da melhor média de pontos marcados por jogo, continua a ser distribuído por Eunice Raimundo (6,9), Isaura Lopes (5,1) e por Joaquim Soares (3,6). Na melhor média de pontos sofridos por jogo, Eunice Raimundo também leva a dianteira (1,1) e de forma destacada, seguida por Isaura Lopes (3,6) e Joaquim Soares (4,2).

Na classificação final do Campeonato SCB da Divisão B, Eunice Raimundo segue em primeiro lugar (16 pts), seguida por Isaura Lopes (14 pts) e por Joaquim Soares (10 pts) e Ivo Oliveira (10 pts).

Chegados ao final da primeira metade do campeonato, e tendo ainda cada jogador de disputar 10 jogos, fazendo 2 com cada adversário direto da sua divisão, a classificação segue da seguinte forma:

CLASSIFICAÇÃO DIVISÃO A (Após as 2 voltas)

1º José Gonçalves: 14 pts

2º José Macedo: 14 pts

3º Domingos Vieira: 14 pts

4º Mário Peixoto: 10 pts

5º Luís Caravana: 6 pts

6º Joana Pereira: 2 pts

CLASSIFICAÇÃO DIVISÃO B (Após as 2 voltas)

1º Eunice Raimundo: 16 pts

2º Isaura Lopes: 14 pts

3º Joaquim Soares: 10 pts

3º Ivo Oliveira: 10 pts

5º Carlos Clemente: 6 pts

6º Paulo Oliveira: 4 pts

SC Braga no Dia da Pessoa com Deficiência’2018

47200293_720218845014101_7747033649408638976_n

No dia 03 de dezembro, dia internacional da pessoa com deficiência, o Sporting Clube de Braga recebeu convite dos alunos do Agrupamento de Escolas das Taipas para dar a conhecer a modalidade de Boccia a toda a comunidade escolar.

Na presença do atleta Paulo Oliveira, da sua acompanhante pessoal, Isabel Oliveira, e da treinadora Luísa Gonçalves, desenvolveu-se a demonstração, explicação e experimentação do jogo, com a atenção e alegria dos alunos do agrupamento.

De salientar o excelente envolvimento conseguido pelo agrupamento na temática da pessoa com deficiência, que antecedeu a visita do SC Braga, revelado nos trabalhos dos alunos, bem como a inclusão de alunos com deficiência, do agrupamento, na receção ao clube e na participação no jogo.

47378528_509108989580003_5925582369007337472_n

Entretanto, em Braga, o SC Braga estava também presente no Dia Paralímpico Municipal que decorreu no pavilhão gimnodesportivo da Escola Francisco Sanches, uma organização do Comité Paralímpico de Portugal em parceria com a Câmara Municipal de Braga, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência e da “Braga – Cidade Europeia do Desporto”.

IMG_6417

Com a presença de alguns dos atletas paralímpicos do Sporting Clube de Braga, José Carlos Macedo e Domingos Vieira, e dos treinadores Paulo Correia e Andreia Venade, as mais de 700 pessoas que passaram, entre as 10.00 e as 16.00 horas, na sua maioria jovens alunos, conheceram e experimentaram o Boccia.

Para além da modalidade de Boccia, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer outras seis modalidades adaptadas disponíveis, Andebol em Cadeira de Rodas, Atletismo, Goalball, Judo, Ténis de Mesa e Voleibol Sentado, bem como, ainda, conhecer a Esperança Paralímpica do Atletismo,  a também bracarense Márcia Araújo.

Na cerimónia de abertura do evento a Vereadora do Desporto da Câmara Municipal de Braga, Sameiro Araújo, sublinhou que “é determinante que a dimensão inclusiva da prática desportiva esteja cada vez mais disponível para todas as pessoas com e sem deficiência”. Já o Presidente do Comité Paralímpico de Portugal, José Manuel Lourenço, realçou o “orgulho em trazer o Dia Paralímpico à melhor Cidade Europeia do Desporto”, numa iniciativa que “deixa uma semente nos mais jovens com vista ao desenvolvimento do Movimento Paralímpico em Portugal”.

IMG_6408 (1)

 

SC Braga conquista 6 medalhas e 5 títulos nacionais

SC BRAGA CAMPEÃO NACIONAL EM SETÚBAL – BOCCIA – FASE FINAL

IMG_6021

O Sporting Clube de Braga conquistou 6 medalhas na fase final do Campeonato Nacional de Boccia, realizado nos dias 28 e 29 de maio, na cidade de Setúbal.

Em pares BC3, o SCB venceu todos os jogos realizados sagrando-se campeão nacional na respetiva divisão. O par composto por José Macedo/Roberto Mateus, José Gonçalves/Paulo Correia e Eunice Raimundo/Carla Oliveira demonstraram a sua excelente forma perante os seus adversários, vencendo claramente, apesar dos jogos terem sido muito bem disputados e extremamente competitivos.

Nas divisões individuais, José Gonçalves/Paulo Correia e Domingos Vieira disputaram a fase final A das respetivas divisões tendo cada um arrebatado os títulos de vice-campeões nacionais. José Gonçalves perdeu na final com o famalicense Luís Silva (BC3) e Domingos Vieira perdeu com Pedro Clara do Futebol Clube do Porto (BC4). Já Carlos Clemente (BC1) ficou pela 4ª posição, também da fase final A.

IMG_5989

Extraordinária foi a participação dos atletas Eunice Raimundo/Carla Oliveira, Mário Peixoto/Alberto Peixoto e José Carlos Macedo/Roberto Mateus ao ocuparem os três lugares do pódio da fase final B da classe BC3. Os atletas arsenalistas não deram chances aos seus adversários tendo atingido as meias finais da prova, onde Eunice Raimundo venceu Armando Costa (ARDA Porto) e Mário Peixoto venceu José Carlos Macedo. Nas finais, José Carlos Macedo conquistou a medalha de bronze ao atleta do Porto, enquanto que Eunice Raimundo se sagrou Campeã Nacional e Mário Peixoto vice-campeão nacional.

IMG_6034

Guerreiros do Minho – Heróis na Colômbia

Mais uma vez a participação dos atletas do Sporting Clube de Braga, na seleção nacional de Boccia, foi preponderante para o sucesso de Portugal em um evento internacional. Desta feita, em Santiago de Cali (Colômbia), José Carlos Macedo e Domingos Vieira acompanhados, respectivamente, por Roberto Mateus e Paulo Correia, arrecadaram 3 das 4 medalhas da comitiva lusa.

11167784_614656302008725_2987488798620156372_n

Na prova colectiva, Portugal obteve a medalha de prata, em Pares BC3, através do nosso Guerreiro do Minho, José Carlos Macedo, fazendo par com Armando Costa da ARDA Porto. O par português, apurou-se para a fase das eliminatórias em segundo lugar da sua pool, atrás da França. Nos 1/4 de final venceu a Espanha por 4-3 e a Rússia nas 1/2 finais por 3-2. Na final, reencontrou a França, par que já tinha vencido na fase de grupos por 4-1. No entanto, desta feita, o par gaulês foi mais forte que o luso, tendo Portugal perdido por 1-3. Na discussão para os 3º e 4º lugares, a Rússia bateu Singapura (5-1).

11221282_1264287316922150_5179246867770328140_n

Em pares BC4, o par português composto pelo nosso atleta  Domingos Vieira (Sporting Clube de Braga) e por Pedro Clara (Futebol Clube do Porto), preparou-se afincadamente para este Open Mundial de forma a tentar não deixar fugir a qualificação para o Rio’2016. Portugal era 9º do Ranking Mundial, a somente 1 ponto da Tailândia, pelo que necessitava ter um excelente resultado e garantir que a Tailândia não o fizesse. Porém, a Tailândia alcançou a medalha de prata e Portugal quedou-se por um honroso 4º lugar, após perder na discussão da medalha de bronze com a Eslováquia, pelo que a Tailândia é o 8º, e último país, a garantir a qualificação para as próximas paralimpíadas nesta divisão.

Ao nível de equipas, Portugal não conseguiu superar a fase de grupos, tendo ficado em 3º lugar, logo atrás da China e de Hong Kong, num grupo que ainda contava com a Rússia e a Venezuela. De referir que os dois países que se qualificaram no grupo de Portugal acabaram por ser medalhados, Hong Kong com prata e a China com bronze, pelo que se percebeu as grandes dificuldades que Portugal teve na superação da fase de grupos.

Tanto nos Pares BC3 como em Equipas, Portugal consegue o apuramento para o Rio’2016, dados os pontos obtidos nas provas internacionais dos últimos anos, garantindo o 4º lugar do ranking mundial em pares BC3, e o 5º lugar do ranking mundial de equipas.

Chrome Legacy Window 02-11-2015 230910

Em termos individuais José Carlos Macedo (BC3) e Domingos Vieira (BC4) tiveram prestações brilhantes, o primeiro ao conquistar a medalha de ouro e o segundo a de prata. José Carlos Macedo levou de vencida o campeão checo, Kamil Vasicek, na final da prova BC3. Já Domingos Vieira após um percurso brilhante, não conseguiu ultrapassar, na final BC4, o Tailândes Pornchok Larpyen. Para além dos Guerreiros do Minho, Abílio Valente (ARDA Porto) na classe BC2, assegurou a medalha de bronze, pelo que com 4 medalhas conquistadas, Portugal ficou com o primeiro lugar no medalheiro geral da prova, entre 30 países participantes onde 11 foram medalhados.

1º lugar: Portugal – 4 medalhas (1 Ouro; 2 Prata; 1 Bronze)
2º lugar: Hong Kong – 4 medalhas (1 Ouro; 1 Prata; 2 Bronze)
3º lugar: Tailândia – 2 medalhas (1 Ouro; 1 Prata)
4º lugar: Eslováquia – 2 medalhas (1 Ouro; 1 Bronze)
5º lugar: Holanda; China; França – 1 medalha (Ouro)
8º lugar: Noruega; México; Rep. Checa – 1 medalha (Prata)
11º lugar: Rússia – 2 medalhas (Bronze)

521banner_pc_pic

Parte da delegação portuguesa ao Open da Colômbia, seguiu, entretanto, para o Rio de Janeiro (Brasil) como convidados para o Rio Paralympic Test Event, a realizar entre 10 e 15 de novembro, de forma a apoiarem a organização dos próximos Jogos Paralímpicos Rio’2016. Os Guerreiros do Minho terão ainda de participar no Campeonato do Mundo Individual de Boccia (China, 19 a 26 de março em Pequim), para confirmarem o seu apuramento para os Jogos Paralímpicos do Rio’2016, e garantirem as melhores posições possíveis para as pools de apuramento dos jogos. A nível interno, o grupo de competição de Boccia do SC Braga inicia o Campeonato Nacional já a 12 e 13 de dezembro com a prova regional norte de pares e equipas.

A_ju_dança em Braga – Dançar… para Incluír

A_ju_dança em Braga – Dançar… para Incluír

20140404_223117

No dia 04 de abril, a companhia de dança A_Ju_Dança ofereceu à cidade de Braga um espetáculo de dança inclusiva, onde provou que não existem limites para a expressão corporal, para a arte feita em movimento e para a vontade de realização pessoal.

Desfilaram pelo palco do auditório do Parque de Exposições de Braga um conjunto de peças artísticas maestralmente desenhadas pelo seu mentor, o Prof. Paulo Magalhães, brilhantemente interpretadas pelo corpo de bailarinos desta companhia.

20140404_221805

Os nossos parabéns por este excelente projeto, que mais vezes queremos ver por Braga, com um desafio de chegar a mais público e de podermos apreciar as suas futuras criações.

À Câmara Municipal de Braga, a secção de desporto adaptado do SC Braga quer deixar um agradecimento especial por ter aceite com entusiasmo este desafio.

A_ju_Dança é um projeto que se realiza desde 2006. “O objetivo é promover a Dança Inclusiva, através da programação de espectáculos”, referem os responsáveis da A_Ju_Dança na sua página no facebook.

Quanto à missão deste projeto, esta passa por “modificar a forma como a sociedade encara e aceita a participação destes indivíduos, alterando preconceitos, divulgando realidades e demonstrando capacidades de fazer, ser e estar”.

“A proposta da dança inclusiva é oferecer meios que permitam a todos dançar, sendo o foco principal a capacidade e não a limitação. Pretende ajudar o bailarino (com e sem deficiência) a descobrir o olhar, o corpo, e a si mesmo, aumentando a sua expressividade e potenciando a sua criatividade”, completa a descrição publicada na página deste grupo.

20140404_21570520140404_22034920140404_220349

Domingos Vieira Campeão Regional Norte Classe BC4

Fotos

Resultados Finais_Vila Real_2013

Decorreu no passado fim de semana (dias 23 e 24 de março), em Vila Real, o Campeonato Nacional de Boccia da Zona Norte, no qual o SC Braga esteve presente com os atletas Carlos Clemente (BC1), Joaquim Soares (BC2), Joana Pereira (BC4), Domingos Vieira (BC4) e Alexandrina Oliveira (BC1).

Na classe BC2, Joaquim Soares venceu o seu grupo de apuramento mas não conseguiu superar o seu adversário dos 1/8 de final.

Na classe BC1, Carlos Clemente e Alexandrina Oliveira superaram a fase de grupos da respetiva classe e venceram os seus adversários dos 1/4 de final. Nos 1/4 de final, Alexandrina Oliveira jogou com João Pinto (SC Espinho), o qual não conseguiu vencer, sendo o mesmo jogador que defrontou Carlos Clemente nas 1/2 finais, levando também de vencida o jogador minhoto. Carlos Clemente disputou então os 3º/4º lugares, tendo conseguido o seu objetivo de apuramento para a fase final da prova ao ficar em 4º lugar.

734101_230095720461810_210257333_n(1)

Na classe BC4,  Joana Pereira não conseguiu apurar-se para as finais da prova da sua classe ao ter ficado colocada num grupo de apuramento bastante forte no qual também pontificava o seu colega de clube Domingos Vieira. Domingos Vieira conseguiu o apuramento para as finais, tendo vencido os seus opositores da 1/2 final e da final. Domingos Vieira dá mais um passo seguro rumo à seleção nacional demonstrando a sua enorme consistência de jogo, sem dúvida o atleta BC4 mais forte de Portugal nas últimas 2 épocas e que nesta se perfila da mesma forma com mais este título de campeão regional Norte BC4’2013.

392797_520364338006698_2068725682_n

Assim, o SC Braga consegue apurar mais 2 atletas para a fase final do campeonato nacional (Domingos Vieira e Carlos Clemente), os quais se vão juntar a José Carlos Macedo na classe BC3 e ao par representativo do clube. Terminada a fase regional das provas nacionais, o SC Braga leva já em carteira os títulos de campeão regional norte individual das classes BC3 e BC4 e ainda de campeão regional norte de pares da classe BC3.

Domingos e Carlos

A Classificação final foi a seguinte:
BC1-1ºRicardo Moutinho (Valbom);2º João Pinto (Sc Espinho); 3º João P. Fernando (ARDA)
P3240065.JPG
BC2- 1º Abilio Valente (ARDA); 2º Artur Silva (Valbom);3º Paulo Almeida (Sc Espinho).
P3240071.JPG
BC4- 1º Domingos Vieira (SCB); 2ºFernando Pereira (ARDA); 3º Pedro da Clara (FCP)

P3240072.JPG