José Abílio Gonçalves convocado para o Europeu de Boccia – Sevilha’2021

José Abílio Gonçalves foi convocado, juntamente com o seu parceiro de competição Paulo Correia, para representar Portugal no próximo Campeonato da Europa de Boccia. O atleta do Sporting Clube de Braga competirá na prova individual da classe BC3.

José Abílio Gonçalves é o atual número 2 do ranking Nacional Individual e o número 1 do ranking Nacional de Pares, com o qual acumula o título de Campeão Nacional de Pares.

O atleta arsenalista tem feito um percurso notável desde 2015, ano em que retomou a prática competitiva após um interregno de 3 anos. Nestes 6 anos passou de 22º para 2º do ranking nacional, sendo que nas provas mais importantes do calendário nacional obteve 2 títulos de Vice-Campeão Regional, 1 título de Campeão Regional e 1 título de Campeão Nacional. Em 7 das 10 provas individuais, alcançou sempre o pódio. Nas provas de pares faz parte do Par principal do SC Braga que é o atual Hepta Campeão Nacional.

O Campeonato da Europa de Boccia decorrerá entre os dias 22 de novembro e 01 de dezembro, em Sevilha (Espanha).

SC Braga no Dia Mundial da Terapia Ocupacional, no Hospital de Braga

No Dia Mundial da Terapia Ocupacional, o Hospital de Braga foi palco de uma demonstração de boccia.

A terapia ocupacional, explicou Sara Gomes Castro, “tem como objetivo dar funcionalidade  e independência aos doentes, tanto ao nível das atividades da vida diária, como vestir e comer, como do trabalho e lazer, como é o caso do Boccia”. Nesta área clínica, os utentes trabalham a parte motora, os músculos, porque, neste caso em particular, por exemplo, “há necessidade de segurar a bola para a atirar ou controlar o tronco para não caírem da cadeira no lançamento”. Além disso, é trabalhada “a parte mais funcional”.

Desta feita, foram convidados atletas do SC Braga para realizarem uma demonstração da modalidade de Boccia, entre eles alguns utentes dos serviços do Hospital de Braga nesta área particular da Terapia Ocupacional, como Ivo Oliveira e Paulo Oliveira, os quais testemunharam a importância deste serviço e os contributos da modalidade para o seu bem-estar físico, psíquico e social como afirmou Ivo Oliveira, “Não é um desporto em que só se lançam bolas, é muito complexo e faz-nos pensar e evoluir enquanto pessoas”. Paulo Oliveira, que frequentou terapia ocupacional na Associação de Parilisia Cerebral de Braga, tal como Ivo, diz ser agora “mais autónomo”, conseguindo “cortar a carne, vestir e comer sozinho”. O Boccia, admite, “traz-lhe felicidade”. 

A equipa sénior desta modalidade também se juntou à demonstração no Hospital. António Barroso começou a praticar Boccia para manter-se ocupado e “não cair na tentação de ficar em casa”. “O Boccia é uma atividade que desenvolve o espírito, a mentalidade e o corpo”, disse ainda. 

Os nossos agradecimentos aos atletas e técnicos que colaboraram nesta iniciativa.

Aos serviços de Terapia Ocupacional do Hospital de Braga os parabéns pelo contributo que dão à sociedade, a cada utente em particular, para uma vida melhor, com mais saúde e felicidade.