José Abílio Gonçalves de partida para a Taça do Mundo de Boccia, Rio de Janeiro’22

José Abílio Gonçalves, acompanhado por Paulo Correia, está de partida para a World Boccia Cup, que se irá realizar entre 25 de abril a 03 de maio de 2022, no Rio de Janeiro, Brasil.

A prova terá lugar no Carioca Arena, o pavilhão principal dos Jogos Paralímpicos do Rio’2016, contando com a participação dos jogadores mais cotados da alta-competição mundial.

Após uma estreia auspiciosa no Campeonato da Europa, em Sevilha, o atleta bracarense acedeu à 31ª posição do ranking mundial, 17ª a nível europeu. Participando no Rio de Janeiro, irá subir no ranking europeu e mundial, fator importantíssimo para garantir posições mais favoráveis na disputa dos grupos de apuramento em provas seguintes, para continuar a perseguir o objetivo da sua qualificação para os Jogos Paralímpicos de Paris’2024.

Boa sorte!

Joana Pereira na 4a posição em Zagreb

A atleta bracarense terminou a sua participação no Zagreb World Boccia Intercontinental Challenger, no qual obteve o 4° lugar na prova individual.

Joana Pereira, acompanhada por Ana Rita Barbosa, qualificou-se para as finais da prova, nas quais defrontou a alemã Christine Fink nas meias finais e a checa Marcela Cermakova na discussão para a medalha de bronze.

Em ambos os jogos, Joana Pereira não conseguiu ultrapassar as suas adversárias, perdendo 3-5 perante a alemã Christine Fink e por 1-4 perante a checa Marcela Cermakova.

Uma excelente estreia da atleta do Sporting Clube de Braga em provas internacionais, uma oportunidade para crescer desportivamente e corresponder com as exigências da alta-competição.

Parabéns Joana Pereira e Ana Rita Barbosa.

SC Braga disputa Regional das classes BC1, 2, 4 e 5 em Melgaço

O Sporting Clube de Braga disputará, nos próximos dias 9 e 10 de abril, o Campeonato Regional Norte das classes BC1, 2, 4 e 5, em Melgaço, na presença de 11 clubes que procuram o título regional e a qualificação para o Campeonato Nacional Masculino e Feminino.

A delegação do SC Braga será constituída por 19 elementos, entre atletas, acompanhantes e técnicos, competindo em todas as classes em disputa.

Classe BC1

Carlos Clemente – 1ª Divisão

Beatriz Leite – 2ª Divisão

Daniel Ferreira – 2ª Divisão

Classe BC2

Joaquim Soares – 1ª Divisão

Paulo Oliveira – 1ª Divisão

Fabiana Oliveira – 2ª Divisão

Classe BC4

Domingos Vieira

Classe BC5

Ivo Oliveira

Boa sorte, Gverreiros!

José Abílio Gonçalves convocado para a Boccia World Cup, no Rio de Janeiro

José Abílio Gonçalves, e o seu acompanhante técnico Paulo Correia, foram convocados para o Rio de Janeiro 2022 World Boccia Cup, que decorrerá entre 25 de abril e 03 de maio, no Rio de Janeiro, Brasil.

Uma segunda oportunidade para José Abílio Gonçalves demonstrar o seu valor, após a meritória participação no Campeonato da Europa, que decorreu em Sevilha, no qual obteve o 9º lugar, tendo defrontado atletas de enorme gabarito como o nº 1 do ranking mundial (Adam Peska) e o nº 5 (Alexander Legostaev).

Com a participação no Campeonato da Europa, José Abílio Gonçalves acedeu à 31ª posição do ranking mundial, 17ª a nível europeu. Participando no Rio de Janeiro, irá subir no ranking europeu e mundial, importantíssimo para garantir posições mais favoráveis na disputa dos grupos de apuramento, e para continuar a perseguir o objetivo da sua qualificação para os próximos Jogos Paralímpicos de Paris’2024.

SC Braga no Dia Mundial da Terapia Ocupacional, no Hospital de Braga

No Dia Mundial da Terapia Ocupacional, o Hospital de Braga foi palco de uma demonstração de boccia.

A terapia ocupacional, explicou Sara Gomes Castro, “tem como objetivo dar funcionalidade  e independência aos doentes, tanto ao nível das atividades da vida diária, como vestir e comer, como do trabalho e lazer, como é o caso do Boccia”. Nesta área clínica, os utentes trabalham a parte motora, os músculos, porque, neste caso em particular, por exemplo, “há necessidade de segurar a bola para a atirar ou controlar o tronco para não caírem da cadeira no lançamento”. Além disso, é trabalhada “a parte mais funcional”.

Desta feita, foram convidados atletas do SC Braga para realizarem uma demonstração da modalidade de Boccia, entre eles alguns utentes dos serviços do Hospital de Braga nesta área particular da Terapia Ocupacional, como Ivo Oliveira e Paulo Oliveira, os quais testemunharam a importância deste serviço e os contributos da modalidade para o seu bem-estar físico, psíquico e social como afirmou Ivo Oliveira, “Não é um desporto em que só se lançam bolas, é muito complexo e faz-nos pensar e evoluir enquanto pessoas”. Paulo Oliveira, que frequentou terapia ocupacional na Associação de Parilisia Cerebral de Braga, tal como Ivo, diz ser agora “mais autónomo”, conseguindo “cortar a carne, vestir e comer sozinho”. O Boccia, admite, “traz-lhe felicidade”. 

A equipa sénior desta modalidade também se juntou à demonstração no Hospital. António Barroso começou a praticar Boccia para manter-se ocupado e “não cair na tentação de ficar em casa”. “O Boccia é uma atividade que desenvolve o espírito, a mentalidade e o corpo”, disse ainda. 

Os nossos agradecimentos aos atletas e técnicos que colaboraram nesta iniciativa.

Aos serviços de Terapia Ocupacional do Hospital de Braga os parabéns pelo contributo que dão à sociedade, a cada utente em particular, para uma vida melhor, com mais saúde e felicidade.

Novo sistema competitivo internacional de Boccia

Juntam-se as principais alterações ao Manual de Competição e Ranking da BISFED, às Regras de Classificação e às Regras de Boccia, que entrarão em vigor após os Jogos Paralímpicos de Tóquio, para o quadriénio 2021-2024.

As principais alterações para 2021-2024 são as seguintes:
▪ Foram alterados os limites de idade mínima e máxima (13 – 21 anos) para a inscrição em Eventos de Jovens da BISFed.
▪ Cada competição da BISFed terá 11 eventos de medalhas para o quadriénio de 2021-2024:
o Eventos individuais masculinos e femininos em cada classe (8 medalhas)
o Eventos para Equipa BC1/BC2 e Par BC3 e Par BC4 (3 medalhas). Não serão permitidos substitutos e pelo menos 1 atleta do sexo masculino e 1 do sexo feminino devem estar sempre em campo.

As principais alterações ao Sistema de Competição são:
o Um novo evento de Qualificação Paralímpica em 2024.
o As competições “World Open” passarão a designar-se como competições “World Cup/Taças do Mundo.”
o As competições “Open Regional” passarão a designar-se como competições “Intercontinental Challenger” e deixarão de ser restritas aos participantes da Região em que têm lugar.
o Novos Campeonatos Regionais e Mundiais de Boccia para Jovens [Regional and World Boccia Youth Championships]
▪ O Processo de Inscrição em Competições será atualizado; serão publicados pormenores a este respeito no Manual de Competições e Ranking.
▪ Os formatos usados para cada competição serão revistos. Existirá agora:
o Utilização de um sistema de sorteio por pote para complementar o sistema atual de ranking para construção de grupos/definição das pools;
o Um sistema de playoff para substituir o apuramento à fase eliminatória através da qualificação por pontos.
▪ O Sistema de Ranking Mundial incluirá:
o Pontuação mais elevada para progressão para a fase eliminatória;
o Ponderação ajustada de um nível combinado para World Cups/Taças do Mundo & Campeonatos Regionais.

Regras de Classificação: As Regras de Classificação de Boccia estão a ser revistas e uma nova edição das Regras será publicada após os Jogos Paralímpicos apresentada para os Campeonatos Regionais de 2021. É provável que a alteração mais significativa abranja os critérios mínimos de deficiência para tornar a competição mais justa na classe BC4. Podem esperar-se mudanças que poderão levar à reclassificação de atletas BC4 com status Confirmado.

Regras de Boccia
As principais alterações acordadas até agora são as seguintes:
▪ Clarificação e aperfeiçoamento das definições ou explicações de algumas das regras já existentes, tais como:
o Situação de Equidistância – deve verificar-se igual distância e igual pontuação;
o A secção para Descontos de Tempo Técnicos foi clarificada.
o Os Protestos serão resolvidos no campo de jogo (field of play – FOP).
▪ As dimensões da Caixa-alvo para as bolas de penalização serão aumentadas para 35cm x 35cm.
▪ As regras sobre respeitar o espaço do adversário foram desenvolvidas e passarão a incluir:
o Nenhuma intromissão nas casas de lançamento dos adversários será permitida, incluindo no aquecimento de dois minutos.
o Quando é mostrada a cor do adversário, um atleta (o seu assistente e o seu equipamento) devem sair do caminho.
▪ Foi acrescido o papel do Assistente de Treinador (AT), sendo permitida a presença do Treinador ou do AT no campo de jogo, ao fundo do campo, durante um jogo Individual (da mesma forma que é atualmente permitida a presença do Treinador nos jogos de pares/equipas).

Regras revistas quanto às bolas em sintonia com o processo de licenciamento de Bolas da BISFed, que incluirá:
o A partir de 1 de Janeiro de 2022, serão obrigatórias bolas oficiais nos World Cups/Taças do Mundo e no Campeonato do Mundo de Boccia.
o A partir de 1 de Janeiro de 2023, as bolas oficiais serão obrigatórias em todos os eventos sancionados pela BISFed.
o O número de verificações das bolas será aumentado, incluindo uma verificação antes de cada jogo. Se uma bola reprovar, esta não será
substituída a menos que seja a bola-alvo.
o As verificações das bolas serão feitas após todos os jogos para medalhas; as verificações aleatórias podem ser feitas após qualquer jogo ao critério do Árbitro Principal.
o Quaisquer outras regras relativas a bolas oficiais serão publicadas na versão final das Regras.
▪ As verificações de equipamentos pré-evento serão mantidas e incluirão:
o A revisão dos Ponteiros para garantir que são ponteiros (por exemplo, tecido e fitas não serão permitidos como ponteiros).
o Todos os dispositivos essenciais de comunicação serão verificados. Dispositivos eletrónicos não aprovados (incluindo smart watches) não serão permitidos em campo.
o Modificações das cadeiras-de-rodas serão revistas por um classificador.
▪ Regras revistas para as rampas dos BC3, incluindo:
o Qualquer dispositivo superior elevado não será permitido – a peça final não pode exceder a altura das partes laterais.
o Será obrigatório movimentar a calha (de um lado para o outro) para desempates e ao regressar da área de jogo.

Guerreiros preparam torneio com a Grã Bretanha, Holanda, Alemanha e Croácia

Os Guerreiros do Minho, Domingos Vieira/José Teixeira, José Abílio Gonçalves/Paulo Correia e José Carlos Macedo/Roberto Mateus participam no 7º estágio da seleção nacional da modalidade de Boccia, que decorre entre 28 de maio e 04 de junho, no Luso.

De 05 a 10 de junho, Joana Pereira/Rita Barbosa juntar-se-ão aos seus companheiros de clube para integrarem o Torneio Internacional de preparação para os Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Estes atletas do Sporting Clube de Braga integrarão a seleção nacional lusa que defrontará as seleções da Grã Bretanha, Holanda, Alemanha e Croácia.

Aqui daremos nota da prestação dos nossos arsenalistas como de toda a seleção.

Força Portugal!

Guerreiros em estágio no CAR de Gaia

De 14 a 18 de maio, três atletas do SC Braga, acompanhados pelos seus parceiros de competição e acompanhante, participam no 6º estágio da seleção nacional de Boccia que se realiza no Centro de Alto Rendimento de Vila Nova de Gaia.

Domingos Vieira, José Carlos Macedo e José Abílio Gonçalves, acompanhados por José Teixeira, Roberto Mateus e Paulo Correia, preparam-se em conjunto com os demais elementos da seleção nacional tendo em vista os Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Inicia-se um momento muito intenso de preparação com o aproximar da data dos jogos, com a proximidade da definição final dos elementos a participar, com o aumento do volume de estágios preparatórios, com estágios competitivos com seleções internacionais que se deslocarão a Portugal, e com toda a demais preparação diária no clube para atingir a performance desejada.

4 Guerreiros convocados para a seleção nacional

Quatro atletas do Sporting Clube de Braga foram convocados para o 4º estágio da Seleção Nacional de Boccia, que irá decorrer entre 19 e 26 de março, no Luso.

Para além dos habitualmente convocados José Carlos Macedo/Roberto Mateus e José Gonçalves/Paulo Correia, e de Domingos Vieira/José Teixeira convocado no estágio anterior, esta convocatória apresenta a novidade de ter as estreantes Joana Pereira/Andreia Venade/Joana Braga nos chamados à seleção nacional.

Mais um passo na preparação para Tóquio, e mais duas Guerreiras a estarem presentes nos trabalhos da seleção portuguesa às quais damos os parabéns, e desejamos a melhor sorte para esta auspiciosa estreia.

Adiamento de provas de Boccia até final de abril de 2021

Determinou formalmente a Direção da PCAND, após reflexão sobre as atuais condições de saúde pública em que nos encontramos, a não realização de Competições Desportivas da PCAND até ao final do mês de Abril de 2021.

Durante o presente mês, decorrerá nova reunião de Direção em que será feito novo ponto de situação e efetuada nova avaliação da situação corrente e da existência, ou não, de condições de retorno à prática competitiva federada de Boccia.

Neste momento, e atendendo à situação presente e aos cenários que é possível antecipar, a PCAND pretende dar início à época desportiva em Maio, por forma a dar cerca de um mês (Abril) aos clubes um mês para treinos, recuperação dos atletas e preparação para o início das provas. Para tal, será redefinido um modelo competitivo específico para as condições desta época, a determinar sob proposta da Comissão Técnica de Boccia.

A PCAND informa ainda que estas datas são de natureza provisória e serão reajustadas em função da evolução da pandemia de COVID-19, das medidas vigentes de saúde pública e do plano de vacinação no nosso país.

José Carlos Macedo e José Abílio Gonçalves convocados para o 1º estágio da Seleção Nacional 2020-2021

Os atletas do SC Braga, José Carlos Macedo e José Abílio Gonçalves foram convocados para participarem no primeiro estágio da seleção nacional de Boccia, da presente época, acompanhados pelos seus parceiros de competição Roberto Mateus e Paulo Correia.

O estágio da seleção nacional irá realizar-se em Melgaço, entre os dias 12 e 18 de setembro, sendo um retomar, apesar que ainda limitado, dos treinos do grupo que se prepara para os Jogos Paralímpicos de Tóquio’2021. Será orientado pelas diretrizes do plano de retoma da atividade desportiva dos atletas de alto rendimento da modalidade de Boccia, que permite a garantia do cumprimento das diretrizes emanadas pela DGS.

A todos os convocados, e em especial aos quatro arsenalistas presentes, os desejos de um excelente retomar dos treinos de elite apesar do condicionamento exigido para a segurança de todos os intervenientes.

Carlos Clemente e Isaura Lopes arrecadam 2 títulos regionais em Melgaço

Decorrida a segunda volta do Campeonato Regional da Zona Norte de Boccia, em Melgaço, nos dias 29 de fevereiro e 01 de março, com a presença de 12 clubes, o Sporting Clube de Braga colocou atletas em todas as finais das classes em prova (BC1, BC2, BC4 e BC5), feito meritório e representativo do elevado valor desportivo em todas as classes.

No cômputo final das duas voltas, a primeira realizada em dezembro em Felgueiras, Isaura Lopes sagrou-se Campeã Regional Norte BC5 e Carlos Clemente Vice-Campeão Regional Norte BC1.

Isaura Lopes (BC5), vice-campeã nacional e campeã nacional sub21, voltou a demonstrar a sua segurança e domínio nesta classe e Carlos Clemente tornou-se, pela segunda vez consecutiva, Vice-campeão Regional Norte BC1, atrás de João Pinto (SC Espinho).

Na classe BC4, e apesar do 3º lugar alcançado nesta segunda volta, o campeão regional em título, Domingos Vieira, não conseguiu alcançar o pódio final da prova, ficando em 4º lugar. Na disputa do acesso à final, perdeu por 3-4 com Carla Oliveira (FC Porto), tendo vencido o jogo de atribuição do 3º classificado contra Pedro Clara do FC Porto (4-3).

Na classe BC2, Joaquim Soares, acedeu às meias-finais desta segunda volta mas não levou de vencida os seus adversários para acesso à final e na discussão pelo 3º lugar da prova. Na mesma classe, mas na 2ª divisão, Paulo Oliveira também acedeu às meias-finais mas, não foi feliz nos confrontos por um lugar no pódio.

As atletas Fabiana Oliveira (BC2) e Beatriz Leite (BC1), do grupo de formação do clube, ficaram-se pela fase de grupos.

Segue-se a segunda volta da classe BC3, nos dias 21 e 22 de março, em Santa Maria da Feira.

ANIMA UNA e ARPIVE campeões da 2ª Liga Boccia Sénior Braga – séries A e B

Realizou-se, no passado dia 20 de fevereiro, no Pavilhão Desportivo de Lamaçães, a segunda e última Volta da 2ª Liga Boccia Sénior Braga 2019/20, com a presença de 14 equipas provenientes de várias Instituições Particulares de Solidariedade Social do Concelho de Braga (lares, centros de dia, centros sociais e paroquiais, associações sociais, culturais e de reformados, pensionistas e idosos).

SÉRIE A

A equipa da ANIMA UNA, Bicampeã em título da 2.ª Liga, a disputar a série A, mostrou uma vez mais a sua superioridade ao vencer 10 dos 12 jogos disputados conseguindo, assim, manter a 1.ª posição da 1.ª volta e sagrar-se vencedora da Série A.

Nas 2.ª e 3.ª posições ficaram, respetivamente, a equipa da ACARE – e a APAF Cunha. Apesar de numa fase inicial da prova se encontrarem em igualdade de pontos, a equipa da APAF Cunha viu a equipa da ACARE “roubar-lhe” o segundo posto da classificativa geral que havia conquistado na 1.ª volta. Na 4.ª posição, e apenas a uma vitória (2 pontos) dos 2º e 3.º classificados da prova, ficou a equipa do Real Centro Sénior.

As equipas do Centro Social da Paróquia de Adaúfe, do Centro Social e Paroquial de Mire de Tibães e da Santa Casa de Misericórdia de Braga, que na época 2019/20 tinham sido promovidas à Série A, obtiveram, respetivamente, os 5.º, 6.º e 7.º lugares da classificativa geral. Em sequência desta classificação, serão despromovidas à série B na próxima época 2020/21.

SÉRIE B

No que respeita à série B, o grande equilíbrio a que pudemos assistir na 1.ª volta, onde apenas uma vitória (2 pontos) separava o 1.º do 5.º classificado, voltou a persistir nesta 2.ª Volta. No entanto, a grande vencedora foi a equipa da ARPIVE, que depois de terminar a 1.ª volta na 4.ª posição, acabou por conquistar o 1.º lugar da prova.

A equipa que pautou por maior regularidade nas duas voltas foi a equipa do Centro Cultural e Social de Santo Adrião. Depois de ter terminado a 1.ª volta na 3.ª posição, conseguiu conquistar o 2.º lugar na 2.ª volta.

De realçar também o grande desempenho, da ATIP – Associação Amigos da Terceira Idade de Palmeira, que depois de concluir a 1.ª volta na 5.ª Posição, terminou a 2.ª volta na 3.ª posição da classificativa geral. Outra das “equipas sensação” foi a Casa do Areal que recuperou 3 posições na classificação geral. Após ter concluído a 1.ª volta na última posição (7.º lugar), acabou por terminar a prova na 4.ª posição.

Classificação Final:

As equipas promovidas à série A na próxima época 2020/21 são:

– Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Vale D’Este (ARPIVE) – Lar de Celeirós.

– Centro Cultural e Social de Santo Adrião.

– ATIP – Associação Amigos da Terceira Idade de Palmeira (Lar de palmeira).

A prova, conduzida em parceria por Técnicos Desportivos da Secção de Boccia do Sporting Clube de Braga e por Técnicos Desportivos afetos ao Programa, teve o apoio do Banco Local de Voluntariado de Braga e dos Estagiários do Curso Profissional “Técnicos(as) de Organização de Eventos” da Esprominho – Escola Profissional do Minho. A arbitragem esteve a cargo dos praticantes que integram a 1ª Liga Boccia Sénior Braga. Os Bombeiros Sapadores de Braga zelaram pela segurança de todos os participantes.

Link para as fotos: https://photos.app.goo.gl/TgSpT7BBRbpJ88d1A