José Abílio Gonçalves apurado para os 1/4 de final da Taça do Mundo de Boccia

José Abílio Gonçalves (32º ranking mundial), acompanhado por Paulo Correia, conseguiu o apuramento para os quartos de final da Taça do Mundo de Boccia, após concluir na primeira posição os jogos do seu grupo de apuramento.

Num grupo extremamente equilibrado, José Abílio Gonçalves iniciou a prova com uma vitória perante o canadiano Eric Bussiere (15º ranking mundial e 2º ranking América) por 5-1.

O jogo seguinte colocou-o frente ao Campeão do Continente Americano e nº 6 do ranking mundial, o brasileiro Mateus Carvalho, jogo que perdeu pela margem mínima (3-4).

Tendo que vencer o britânico William Arnott (38º ranking mundial), no terceiro e último jogo do grupo, José Abílio Gonçalves venceu por 4-1. De realçar qua antes deste último jogo, o atleta britânico, uma esperança do Boccia inglês, contava com duas vitórias, estando em posição privilegiada para passar aos 1/4 de final. Com a derrota perante o atleta luso, e a vitória do campeão americano (Mateus Carvalho) perante o atleta canadiano, estes 3 jogadores ficaram empatados na primeira posição, com duas vitórias cada um, sendo que no desempate pelo critério da melhor diferença entre pontos marcados e pontos sofridos, José Abílio Gonçalves venceu o grupo e apurou-se para os 1/4 de final. Na segunda posição ficou o brasileiro Mateus Carvalho, que deste modo também se apura para a fase seguinte da prova.

Surpresa no Grupo A, onde o campeão paralímpico, o checo Adam Peska, não conseguiu o apuramento para a fase das eliminatórias.

Nos 1/4 de final, José Abílio Gonçalves irá defrontar o seu companheiro da seleção, Avelino Andrade (18º ranking mundial), um adversário experiente e com muitos jogos internacionais.

Segunda participação individual internacional de José Abílio Gonçalves, após ter sido 9º no Campeonato da Europa em Sevilha, demonstrando o porquê da sua convocatória para a representação da seleção nacional. Um “rookie” que, apesar de estar a iniciar a sua carreira internacional, já demonstrou, e demonstra, capacidade para lutar com os melhores do mundo.

Estamos confiantes numa excelente prestação do nosso atleta arsenalista.

FORÇA ABÍLIO E PAULO!