Cinco títulos nacionais e dois terceiros lugares, no Nacional de Boccia: Espetacular!

O Sporting Clube de Braga obteve mais uma prestação brilhante nesta época, após os excelentes resultados obtidos nas provas regionais da modalidade de Boccia.

Desta feita, e em casa, os Gverreiros do Minho fizeram um enorme brilharete. Não somente foram o Clube com maior número de atletas apurados, de forma destacada, para o Campeonato Nacional de Boccia Masculino e Feminino, como conquistaram cinco títulos nacionais e dois terceiros lugares, obtendo sete subidas ao pódio.

Nas classes BC3 e BC5 masculinas, José Abílio Gonçalves e Ivo Oliveira sagraram-se Campeões Nacionais.

Nas classes BC2 masculina, BC3 feminina e BC4 masculina, Joaquim Soares, Joana Pereira e Domingos Vieira alcançaram os respetivos títulos de Vice Campeões Nacionais.

Nas classes BC2 e BC3 masculinas os atletas Paulo Oliveira e Mário Peixoto, respetivamente, alcançaram o pódio, conquistando a medalha de bronze, correspondente ao terceiro lugar.

Uma excelente prestação dos atletas do Sporting Clube de Braga, neste que foi o 1º Campeonato Nacional Masculino e Feminino, em Portugal, ou seja a primeira prova de Boccia onde os atletas foram separados por género, seguindo a evolução das provas internacionais que deixaram de ser de participação mista.

Esta prova contou com a participação de 64 atletas qualificados para pela sua prestação nas provas regionais e pelo ranking nacional da modalidade, pertencentes a 19 Clubes.

Para além dos atletas do Clube, cabe-nos parabenizar os atletas do Boccia Sénior (Parceria SC Braga e CM Braga) como os atletas das duas equipas de Boccia Sénior do SC Braga, pelo contributo que prestaram para a organização da prova, apoiando decisivamente na montagem e organização do espaço de competição e em tarefas de apoio à arbitragem.

Sete atletas do SC Braga nas 1/2 finais A – Campeonato Nacional de Boccia

Terminado o primeiro dia do Campeonato Nacional Masculino e Feminino, na presença de 64 atletas de 19 clubes, apurados para para esta prova, o Sporting Clube de Braga conta com 7 atletas em finais A, aquelas que dão acesso ao pódio e ao título nacional. Uma prestação excelente, tendo em conta que a quase totalidade dos Gverreiros do Minho presentes na prova (7 em 9) acedem às finais A.

Amanhã, dia 08 de maio, Domingo, são realizadas as finais, entre as 09:30 e as 13:15, no Pavilhão da Universidade do Minho, em Braga.

1/2 finais A

BC3 – Feminino

Joana Pereira (SC Braga) x Alice Costa (FC Porto)

BC2 – Masculino

Paulo Oliveira (SC Braga) x Joaquim Soares (SC Braga)

BC3 – Masculino

José Gonçalves (SC Braga) x Mário Peixoto (SC Braga)

BC4 – Masculino

Domingos Vieira (SC Braga) x Fernando Pereira (APPC Porto)

BC5 – Masculino

Ivo Oliveira (SC Braga) x André Pinto (AVI)

Ainda em prova, também, Beatriz Leite em BC1 feminino e Fabiana Oliveira na discussão do 7º e 8º lugar em BC2 feminino.

Luís Caravana convocado para os Jogos Europeus da Juventude

Luís Caravana, juntamente com o seu parceiro de competição Afonso Costa, foi convocado para participar nos Jogos Europeus da Juventude, que decorrerá de 27 de junho a 4 de julho, em Pajulahti, Finlândia.

O Gverreiro do Minho fará parte da delegação portuguesa, organizada pelo Comité Paralímpico de Portugal, e chefiada pela treinadora Joana Silva, juntando-se a mais quatro seleccionados, das classes BC1, BC2 e BC3.

Ao nosso atleta Luís Caravana, e ao seu parceiro de competição Afonso Costa, endereçamos os nossos parabéns por esta convocatória, plenamente merecida pelo trabalho e enorme talento que sabemos deterem, e que seja um forte estímulo para voos ainda mais elevados.

Beatriz Leite e Luís Caravana convocados para a Seleção Nacional de Boccia – Jovens

Beatriz Leite e Luís Caravana foram convocados para o 1º Estágio da Seleção Nacional de Boccia – Jovens, a realizar nos dias 4 e 5 de Junho na Escola Básica e Secundária do Certo, no Porto.

Os nossos PARABÉNS a ambos os Gverreiros do Minho, e aos seus acompanhantes técnicos, por esta convocatória para este 1º estágio da nova Seleção Nacional de Boccia – Jovens.

Certamente que é um desafio extraordinário, uma oportunidade fantástica para evoluir e desenvolver mais o gosto pela modalidade, como para trabalhar ainda mais para poderem representar Portugal nas provas internacionais para jovens, e, de futuro, almejarem lutar por alcançarem a Seleção Nacional Principal e poderem representar Portugal nos mais elevados eventos desportivos, e sonhar com a presença nuns Jogos Paralímpicos.

Parabéns, também, à PCAND, por ter dado um passo fundamental para garantir a continuidade futura dos excelentes resultados que Portugal nos tem habituado.

Campeonato Nacional Masculino e Feminino, Braga, 07 e 08 de maio

O Campeonato Nacional Individual de Boccia Feminino e Masculino 2021/2022 realiza-se nos próximos dias 07 (das 9h30 às 19h00) e 08 (das 9h30 às 13h30) de maio de 2022, nas instalações do Pavilhão I do Complexo Desportivo Universitário de Gualtar.

Nesta prova estarão presentes 64 atletas pertencentes a 19 clubes, que obtiveram a sua qualificação pela melhor classificação obtida (1.º e 2º lugar) nos Regionais Norte e Centro, Sul e Ilhas (CSI) e melhor posição no Ranking Nacional.

A prova é organizada pela Associação Nacional de Desporto da Paralisia Cerebral (PCAND), com a colaboração da Câmara Municipal de Braga e do Sporting Clube de Braga, um evento que tem o relevo adicional de ser o primeiro em Portugal em que se separam os jogadores por género, no seguimento do que já vem sendo feito a nível internacional.

O Sporting Clube de Braga apresenta a delegação mais numerosa, com o maior número de atletas apurados (11), e em todas as divisões da modalidade, num total de 25 elementos:

BC1

Beatriz Leite/Cristina Novais

Carlos Clemente/Sandra Moreira

BC2

Fabiana Oliveira/Cristina Novais

Paulo Oliveira/Isabel Oliveira

Joaquim Soares/Gilberto Peixoto

BC3

Joana Pereira/Ana Rita Barbosa

Eunice Raimundo/Amélia Carrapito

Mário Peixoto/Alberto Peixoto

José Abílio Gonçalves/Paulo Correia

BC4

Domingos Vieira/José Teixeira

BC5

Ivo Oliveira/Fábio Oliveira

Treinadores

André Soares

Luís Marta

Eunice Raimundo garante apoio da Sport Zone

A atleta Eunice Raimundo firmou um apoio com a empresa SPORT ZONE para a época 2021-2022.

Em nome da atleta, a secção de Boccia deseja manifestar o seu apreço a esta prestigiada empresa da área desportiva, pela disponibilidade demonstrada em corresponder com a sua solicitação. Certamente que esse apoio terá influencia decisiva na melhoria da sua preparação para os desafios futuros.

Junte-se a nós e apoie os nossos atletas a alcançarem o seu pleno potencial e a perseguirem os seus sonhos.

Juntos somos mais Fortes!

E as medalhas já ninguém as tira! Bronze no Rio de Janeiro Boccia World Cup’2022

A secção de Boccia deseja manifestar a sua enorme satisfação e orgulho pela conquista da medalha de bronze, pelos nossos Gverreiros do Minho José Abílio Gonçalves e Paulo Correia.

A prova afigurava-se como extremamente exigente, como o foi, reforçada pelo fato da elevadíssima competitividade que a classe BC3 tem demonstrado nos últimos anos. Prova disso mesmo a eliminação do campeão paralímpico em Tóquio, logo na fase de grupos, e o facto de se ter de recorrer a critérios de desempate para apuramento dos jogadores para a fase de eliminatórias em 75% dos grupos em jogo.

Na fase de grupos, José Abílio Gonçalves (32º rank mundial) defrontou William Arnott (38º rank mundial – Grã Bretanha); Eric Busssiere (15º rank mundial); e Mateus Carvalho (6º rank mundial – Brasil).

No primeiro jogo venceu o 2º cabeça de série por 5-1, o canadiano Eric Bussiere, nº 2 do continente americano.

No jogo seguinte, o adversário era, nem mais nem menos, o Campeão do Continente Americano (São Paulo’2021), o jogador mais cotado a nível mundial deste continente (nº 6 rank mundial), e que jogava “em casa”. José Abílio Gonçalves perdeu pela margem mínima (3-4), num jogo que poderia ter tido outro resultado final a favor do jogador lusitano.

Este resultado perante o brasileiro Mateus Carvalho colocou enorme pressão para o jogo final do grupo, onde iria defrontar o britânico William Arnott, também um atleta novo, e que já tinha vencido os 2 jogos que tinha realizado perante Eric Bussiere e Mateus Carvalho.

Já com Eric Bussiere fora da corrida para o apuramento, os jogos finais do grupo decidiriam a passagem aos quartos de final, entre José Abílio Gonçalves (1 vitória e 1 derrota), Mateus Carvalho (1 vitória e 1 derrota) e William Arnott (2 vitórias e 0 derrotas).

Estando obrigado a vencer o britânico William Arnott, José Abílio Gonçalves fez um jogo muito controlado, garantindo a vitória por 4-1 e a passagem aos 1/4 de final em primeiro lugar do grupo. No outro jogo decisivo, Mateus Carvalho venceu Eric Bussiere, carimbando a segunda posição no grupo e o consequente apuramento para a fase seguinte.

Nos 1/4 de final, José Abílio Gonçalves encontrou o seu colega de seleção, o campeão nacional Avelino Andrade, que tinha sido segundo no seu grupo de apuramento. Num jogo “entre conhecidos”, o atleta bracarense não deu hipóteses e venceu por 6-0, tendo controlado permanentemente o jogo em todos os parciais.

Assim, encontrou nas meias finais um dos atletas de referencia do Boccia atual, o australiano Daniel Michel, número 3 do ranking mundial e medalha de bronze nos últimos Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Foi mais um jogo dificílimo, como se previa. Os dois primeiros parciais não correram como previsto para o atleta lusitano, dadas as dificuldades que encontrou perante as primeiras bolas complicadas do australiano. José Abílio Gonçalves conseguiu recompor-se na segunda metade do jogo, e por pouco poderia ter levado o jogo para empate, no último parcial.

A discussão da medalha de bronze foi perante o francês Samir Van Der Beken (14º rank mundial e 7º rank europeu). O jogo foi sofrido, mais uma vez extremamente difícil, com o evoluir do resultado alternado e próximo 1-0, 1-1, 1-2 e 2-2. José Abílio Gonçalves conseguiu, deste modo, o empate no último parcial, levando o jogo para parcial de desempate, o qual acabou por vencer.

Depois da sua estreia individual no Campeonato da Europa, em Sevilha (novembro de 2021), onde foi 9º, tendo defrontado atletas como o russo Alexander Legostaev (5º rank mundial) ou o checo Adam Peska (1º rank mundial e campeão paralímpico), José Abílio Gonçalves conquista a sua 1ª medalha internacional e arrecada pontos importantíssimos para lutar pelo seu apuramento para Paris’2024.

PARABÉNS JOSÉ ABÍLIO GONÇALVES

PARABÉNS PAULO CORREIA

“O que dá o verdadeiro sentido ao encontro é a busca, e é preciso andar muito para se alcançar o que está perto.”

José Saramago