Análise Mundial de Boccia – Beijing 2016

Finalizado o Campeonato do Mundo de Boccia, muitas surpresas e outras tantas confirmações resultam deste evento. Por um lado confirmou-se o enorme poderio asiático e por outro verificou-se o aparecimento de novos valores em praticamente todas as divisões de jogo:

  • Tailândia, a grande potência nos lançadores BC1 e BC2.
  • A Coreia confirma o grande valor dos seus BC3.
  • A China e Hong Kong surgem fortes nos lançadores BC2 e BC4.
  • Único país não-asiático a manter preponderância na modalidade, a Grã-Bretanha.
  • E por fim, o Japão, que já tinha dado “ar de sua graça” em equipas, no Open da Polónia, surge como uma nova potência nas divisões BC3 e BC2.

De realçar que contrariamente a outras provas em que as medalhas foram distribuídas por um maior número de países, neste mundial os prémios máximos foram reservados a 6 dos 31 participantes. Os países asiáticos  ficaram com 88% das medalhas – 14 em 16 possíveis -, quedando a Grã-Bretanha como o único país do “resto-do-mundo” a obter as 2 medalhas restantes.

 

MEDALS – BEIJING 2016

 

POSITION COUNTRIES GOLD SILVER BRONZE
1 THAILAND BC1 – BC2 BC1
2 GREAT BRITAIN BC4 BC1
2 KOREA BC3 BC3
4 CHINA BC2 – BC4
5 JAPAN BC3 BC2
6 HONG KONG BC4

Campeões Mundiais 2016-page-001 (1)

Vice-Campeões Mundiais 2016-page-001

Bronze Mundiais 2016-page-001

  1. BC1

A competição BC1 foi dominada pelos atletas Tailandeses. Pattaya Tadtong (4º ranking mundial) cilindrou o britânico David Smith (2º ranking mundial) nas meias-finais por 8-0, enquanto o seu compatriota Witsanu Haudprit (3º ranking mundial) venceu o grego Soulanis (10º ranking mundial).

Na final, Tadtong e Huadpradit tiveram um jogo renhido, tendo a vitória sorrido a Tadtong por 4-3. Na discussão para a medalha de bronze defrontaram-se os europeus Smith e Soulanis, com vitória para o britânico.

Surpresa nesta divisão para o atleta Daniel Pérez (Holanda – nº 1 do ranking mundial), eliminado nos 1/8 de final.

10399852_1368931199791094_8629762293861632317_n (1)

2. BC2

Na divisão BC2, Saegampa, da Tailândia, foi o grande vencedor. Já nos 1/8 de final tinha eliminado o seu colega thai Whatcharapon (3º ranking mundial), por parcial de desempate (3-3), tendo deixado para trás um sério candidato ao pódio. Nos ¼ de final cilindrou outro candidato, o brasileiro Maciel Santos, o que confirmou o seu enorme poder nesta prova ao não dar qualquer chance a candidatos fortíssimos ao título. Nas meias finais defrontou o japonês Sugimura (número 17 do ranking mundial), tendo vencido  por 9-1. Na final bateu o chinês Zhiaiang Yan, 2º do ranking mundial.

Extraordinário percurso de Worawut Saegampa, tanto que o atleta tailandês era o 11º do ranking mundial até esta prova, apesar de somente ter participado em 2 provas pontuáveis para o ranking internacional.

Surpresas na eliminação de Maciel Santos (nº 1 do ranking mundial), do eslovaco Robert Mezik (nº 4 do ranking mundial), o português Abílio Valente (nº 5 do ranking mundial), e o aparecimento de Hidetaka Sugimura como um novo valor a crescer no Japão.

942279_1368931226457758_2063680401054741535_n (1)

3. BC3

Nas calhas (BC3), destaca-se a surpresa da medalha de prata para o estreante japonês Kazuki Takahashi. Sendo um atleta que participou pela primeira vez numa prova oficial internacional, e sabendo-se que os nipónicos ainda não têm muita tradição nesta divisão, foi surpreendente o percurso deste atleta que bateu o grego Grigorios Polychronidis nos ¼ de final e o coreano Han Soo Kim nas ½ finais.

Nas finais, o poderio do jogo de Ho Won Jeong veio ao de cima, e o experiente coreano não deu hipótese ao estreante japonês. Realçar que Jeong teve de eliminar a sua compatriota Ye Jin Choi, campeã paralímpica, nas ½ finais, Choi que também perdeu com o seu compatriota Han Soo Kim na discussão para a medalha de bronze.

Surpresa a eliminação do português José Carlos Macedo no fase de grupos, Macedo que é o 6º do ranking mundial, se bem que eliminado com resultados mínimos frente à surpreendente brasileira Evani Calado, por 2-3, e ao ter perdido com a Coreana Ye Jin Choi após parcial de desempate (2-2). Também, surpresa na eliminação do 4º do ranking mundial, o grego Grigorios Polychronidos, e pela positiva os excelentes percursos realizados pelo australiano Daniel Mitchel, pelo britânico Jamie McCowan e, é claro, pelo nipónico Kazuki Takahashi.

10391867_1368931256457755_8536664679391524437_n

4. BC4

Em BC4, o britânico Stephen McGuire arrecadou a única medalha de ouro para um país não-asiático, McGuire que é o 8º do ranking mundial. Surpreendente foi o chinês Yuansen Zheng (14º ranking mundial), que disputou a final com o britânico, tendo-a perdido somente por 1 ponto (3-4).

Já o número 1 do ranking mundial, o chinês Yuansen Zheng, contentou-se com a medalha de bronze após ter vencido o coreano Sung Kyu Kim (31º do ranking mundial), na discussão para os 3º e 4º lugares.

Surpreendente a não passagem da fase de grupos do canadiano Marco Dispaltro (nº 2 do ranking mundial); do brasileiro Eliseu dos Santos (nº 3 do ranking mundial); e do português Domingos Vieira (4º do ranking mundial).

12439467_1368931276457753_2357231183175329770_n (1)

5. Portugal

A seleção portuguesa não obteve os resultados esperados. Muito abaixo do que se podia prever, os atletas lusos não tiveram vida fácil neste mundial. Certo é que não foram os únicos “não-asiáticos” a terem imensas dificuldades, mas esperava-se mais de uma prova que apurava o título mundial e a última oficial antes dos Jogos Paralímpicos.

Porém, falta-nos realizar uma análise mais profunda. Se as condições de preparação para a alta-competição estão a ser comparáveis com os países que se destacaram neste mundial; se a inexistência de novos valores na modalidade, no nosso país, está a tornar-se problemática; se outros factores estão a influenciar o desenvolvimento (recursos humanos destacados; parcos apoios em novos equipamentos; baixo nível competitivo interno; etc.); se a não alteração das regras da modalidade, especialmente quanto às bolas, está a influenciar negativamente quem já não detém a exclusividade de bolas competitivas; …ou se tudo somente se trata do desenvolvimento desportivo normal, onde os países com mais praticantes, mais recursos económicos e melhores políticas desportivas acabam por tomar a dianteira.

PI1 - Pequim2016

Resultados globais – MUNDIAL DE BOCCIA – PEQUIM

VITÓRIAS: 15

DERROTAS: 19

 

Melhores resultados:

4 atletas atingiram os 1/8 de final (1 BC1 e 3 BC2) – 1 atleta atingiu os 1/4 de final (BC2)

 

10660106_602870946529467_2722780614731096840_n

Atletas portugueses nos 1/8 de final:

BC1 – António Marques X Panagiotis Soulanis (Grécia) – DERROTA: 3-6

BC2
Fernando Ferreira X Maciel Santos (Brasil) – DERROTA: 2-8
Abílio Valente X Hiu Yeung (Hong Kong) – VITÓRIA: 5-2
Cristina Gonçalves X Jesus Oseguera (México) – DERROTA: 2-3

12798910_1008631925882359_4754806012333560444_n

Atleta português nos 1/4 de final: 

BC2

Abílio Valente X Hidetaka Sugimura (Japão) – DERROTA: 2-4

6852_1007961085949443_24588657508810777_n

Resultados na fase de grupos:

BC1
António Marques x IO Hong Mac-choi (Macau) – VITÓRIA:11-2
António Marques X Luiz Lima (Brasil) – DERROTA: 2-4
António Marques X José Chagas (Brasil) – VITÓRIA: 4-3

João Paulo Fernandes X Lukas Balazi (Eslováquia) – DERROTA: 2-2
João Paulo Fernandes X Daniel Pérez (Holanda) – DERROTA: 0-9

BC2

Abílio Valente X Risa Kainuma (Japão) – VITÓRIA: 5-3
Abílio Valente X Martin Davis (Grã Bretanha) – VITÓRIA: 8-0
Abílio Valente X Joshua Rowe (Grã Bretanha) – VITÓRIA: 5-1
Fernando Ferreira X Jesus Oseguer (México) – DERROTA: 1-5
Fernando Ferreira X Nigel Murray (Grã Bretanha) – VITÓRIA: 8-2
Fernando Ferreira X Dimitry Kozmin (Rússia) – VITÓRIA: 5-2
Cristina Gonçalves X Yushae Andrade (Bermuda) – VITÓRIA: 6-3
Cristina Gonçalves X Lucas Araújo (Brasil) – VITÓRIA: 3-2
Cristina Gonçalves X Nada Levy (Israel) – DERROTA: 2-3

BC3
Luís Silva X Sze Ning Toh (Singapura) – DERROTA: 1-4
Luís Silva X Aki Kosaka (Japão) – VITÓRIA: 5-0
Luís Silva X Grigorios Polychronidis (Grécia): DERROTA: 0-5
José Carlos Macedo X Evani Calado (Brasil) – DERROTA: 2-3
José Carlos Macedo X Ye Jin Choi (Coreia) – DERROTA: 2-2
José Carlos Macedo X K. Werwimp (Bélgica) – VITÓRIA: 5-3
Armando Costa X Marylou Martineau (Canadá) – VITÓRIA: 21-0
Armando Costa X Li Eyuan Dong (China) – DERROTA: 0-13
Armando Costa X Maria Bjurstrom (Suécia) – VITÓRIA: 4-4

BC4
Domingos Vieira X Carla Oliveira – VITÓRIA: 5-0
Domingos Vieira X Sun Gkyu Kim (Coreia) – DERROTA: 2-6
Domingos Vieira X Vivian Lau (Hong Kong) – DERROTA: 2-4
Carla Oliveira X Domingos Vieira – DERROTA: 0-5
Carla Oliveira X Vivian Lau (Hong Kong) – DERROTA: 2-3
Carla Oliveira X Sun Gkyu Kim (Coreia) – DERROTA: 1-7

 

 

 

1º Encontro Boccia Sénior Braga: Um sucesso!

IMG_5275

Mais de 200 participantes, de 20 instituições do concelho de Braga, participaram entusiasticamente no 1º Encontro Boccia Sénior Braga, que decorreu no dia 24 de março no Pavilhão Municipal de Ferreiros.

Foi um verdadeiro sucesso o elevado número de participantes e a enorme alegria e envolvimento nos jogos, onde não faltaram as “claques” e as bandeiras e fatos de treino do Sporting Clube de Braga. Um verdadeiro arraial minhoto, com toda a gente empolgada na representação da sua instituição, a dar instruções para dentro do campo, a bater palmas esfusiadamente, a dançar com cada bola que marcava ponto e a abraçarem-se com as vitórias.

Várias pessoas a fazer questão de lembrar à organização, que são bracarenses de corpo-e-alma e que estavam orgulhosas pelo seu clube se lembrar deles. Que estavam a adorar a oportunidade de praticarem desporto, de jogarem, de se sentirem “atletas” novamente, pena é que necessitavam de mais “treinos” e que “ainda estavam à pouco tempo a treinar”, pelo que ansiavam por saber mais e por fazer ainda melhor.

IMG_5378

Festa que ultrapassou o espaço de jogo, pois os netos estiveram também presentes aplaudindo os seus avós, apoiando-os e desfrutando alegremente do convívio proporcionado, numa verdadeira jornada de desporto inclusivo que não teve idade.

IMG_5239

Como de desporto se tratou, não podiam faltar os jogos, a competição sã, a vitória e a derrota, os aplausos e os abraços, e a vontade de fazer mais e melhor para o próximo encontro, que já não tem hora para se realizar!

Estando o encontro dividido em duas divisões (Divisão I – Valências de apoio à 3ª idade; Divisão II – Freguesias /União de Freguesias), os jogos foram sendo disputados com as instituições divididas por grupos, com as finais a serem disputadas pelo ordenamento de cada uma no seu grupo.

Na divisão I a instituição campeã foi a APAF de Cunha e na divisão II a Academia Sénior.

IMG_5388

De agradecer o enorme envolvimento da Câmara Municipal de Braga que tornou este programa uma realidade, tornando-o uma mais-valia fantástica para a dinamização socio-desportiva da população-sénior do concelho, fazendo pessoas mais saudáveis, mais ativas e mais felizes.

Agradecimento também a todos os voluntários que colaboraram nas mais diversas tarefas, ao Banco Local de Voluntariado de Braga, aos elementos da Secção de Desporto Adaptado do SC Braga do SC Braga, especialmente aos seus atletas, e acompanhantes técnicos, que estiveram a apoiar a organização, a arbitragem de jogos e a ensinar o jogo. Realçar o excelente trabalho realizado pela equipa técnica do programa, na pessoa do seu coordenador o Prof. André Soares, que tem sido incansável para proporcionar uma resposta de qualidade e motivadora.

Fotos

 

RESULTADOS 1º ENCONTRO BOCCIA SÉNIOR BRAGA

 

DIVISÃO I – Valências de apoio à 3ª idade

1º – APAF Cunha

2º ASCREDNO

3º C.P.C. S. Víctor

4º ARVE

5º ANIMA UNA

6º Casa Areal

7º S.C.M.

8º Real Centro Sénior

9º C.S.P. Gualtar

10º CCSS Adrião

DIVISÃO II – Freguesias / União de Freguesias

1º – Academia Sénior

2º Sequeira

3º Lomar

4º Escudeiros e Penso

5º Ferreiros

6º S. Vicente

7º ACARE

8º Esporões

9º Nogueira e Fraião

10º Parada de Tibães

Senior - logo

O programa “Boccia Sénior Braga” é uma atividade direccionada para a população Sénior do Concelho de Braga, o qual teve início em dezembro de 2015.

É desenvolvido graças a uma parceria estabelecida entre o Sporting Clube de Braga – Secção de Desporto Adaptado -, e a Câmara Municipal de Braga, assinada ao mais alto-nível institucional entre António Salvador e Ricardo Rio, contando com 37 instituições e mais de 300 participantes regulares.

As atividades são promovidas semanalmente nas instituições que aderiram ao programa, com intervenção técnica experiente, especializada e credenciada na modalidade, aplicando programa metodologicamente adequado e específico à população-alvo. Para além das atividades regulares estão previstas atividades pontuais, de convívio desportivo entre as instituições e participantes, onde este 1º encontro se inseriu.

O Boccia Sénior consiste numa atividade adequada e adaptada à condição física dos mais idosos, um jogo de estratégia estimulante, capaz de promover o raciocínio, a concentração e a memória, ao mesmo tempo que desenvolve a destreza física e motora. Para além das mais-valias a nível físico e psicológico / mental promove o convívio e a socialização, contribuindo para a quebra de rotinas e do isolamento muito comum em faixas etárias mais avançadas.

Mundial de Boccia: 4 atletas lusos ainda em prova

Terminada a fase de grupos, Portugal apresenta 4 atletas, dos seus 10 atletas, presentes nos 1/8 de final da prova.

António Marques na divisão BC1; Fernando Ferreira, Abílio Valente e Cristina Gonçalves na divisão BC2; estarão a competir para alcançar os 1/4 de final. António Marques terá um adversário de nível muito similar ao seu, o grego Soulanis, prevendo-se um jogo extremamente equilibrado. Abílio Valente defrontará Hiu Yeung de Hong Kong, Cristina Gonçalves o mexicano Oseguera e Fernando Ferreira o nº 1 do ranking mundial, o brasileiro Maciel Santos. Não serão jogos fáceis, mas também não se esperava ser de modo diferente a partir da fase das eliminatórias, de um Mundial.

Zé

Alguma, relativa, deceção nos resultados dos atletas das divisões BC3 e BC4, aliás as divisões que têm obtido resultados regulares de bom nível nas competições internacionais mais recentes, realçando-se o facto de os nossos Guerreiros do Minho não terem conseguido superar a fase de grupos.

José Carlos Macedo teve um jogo menos feliz na abertura da prova, contra a brasileira Evani Calado, falhando várias ações ofensivas e sofrendo uma penalização, o que lhe custou a derrota pela margem mínima (2-3). No segundo jogo, com a campeã paralímpica Ye Jin Choi (Coreia), um jogo difícil e que tinha a necessidade de vencer, também não foi afortunado, tendo que ir a parcial de desempate (2-2), perdendo neste parcial apesar de nas 2 últimas bolas ter tido oportunidade de o vencer.

Domingos Vieira tinha também um grupo difícil. Depois de vencer a sua colega da seleção Carla Oliveira, tinha de vencer os 2 asiáticos do grupo (Sun Gkyu Kim – Coreia e Vivian Lau – Hong Kong), o que não foi possível.

Carla.jpg

Atletas portugueses para os 1/8 de final:

BC1
António Marques X Panagiotis Soulanis (Grécia)

BC2
Fernando Ferreira X Maciel Santos (Brasil)
Abílio Valente X Hiu Yeung (Hong Kong)
Cristina Gonçalves X Jesus Oseguera (México)

 

Resultados globais – MUNDIAL DE BOCCIA – PEQUIM

VITÓRIAS: 14

DERROTAS: 15

JOGOS POR JOGAR (1/8): 4

 

BC1
António Marques x IO Hong Mac-choi (Macau) – VITÓRIA:11-2
António Marques X Luiz Lima (Brasil) – DERROTA: 2-4
António Marques X José Chagas (Brasil) – VITÓRIA: 4-3
João Paulo Fernandes X Lukas Balazi (Eslováquia) – DERROTA: 2-2
João Paulo Fernandes X Daniel Pérez (Holanda) – DERROTA: 0-9

BC2
Abílio Valente X Risa Kainuma (Japão) – VITÓRIA: 5-3
Abílio Valente X Martin Davis (Grã Bretanha) – VITÓRIA: 8-0
Abílio Valente X Joshua Rowe (Grã Bretanha) – VITÓRIA: 5-1
Fernando Ferreira X Jesus Oseguer (México) – DERROTA: 1-5
Fernando Ferreira X Nigel Murray (Grã Bretanha) – VITÓRIA: 8-2
Fernando Ferreira X Dimitry Kozmin (Rússia) – VITÓRIA: 5-2
Cristina Gonçalves X Yushae Andrade (Bermuda) – VITÓRIA: 6-3
Cristina Gonçalves X Lucas Araújo (Brasil) – VITÓRIA: 3-2
Cristina Gonçalves X Nada Levy (Israel) – DERROTA: 2-3

BC3
Luís Silva X Sze Ning Toh (Singapura) – DERROTA: 1-4
Luís Silva X Aki Kosaka (Japão) – VITÓRIA: 5-0
Luís Silva X Grigorios Polychronidis (Grécia): DERROTA: 0-5
José Carlos Macedo X Evani Calado (Brasil) – DERROTA: 2-3
José Carlos Macedo X Ye Jin Choi (Coreia) – DERROTA: 2-2
José Carlos Macedo X K. Werwimp (Bélgica) – VITÓRIA: 5-3
Armando Costa X Marylou Martineau (Canadá) – VITÓRIA: 21-0
Armando Costa X Li Eyuan Dong (China) – DERROTA: 0-13
Armando Costa X Maria Bjurstrom (Suécia) – VITÓRIA: 4-4

BC4
Domingos Vieira X Carla Oliveira – VITÓRIA: 5-0
Domingos Vieira X Sun Gkyu Kim (Coreia) – DERROTA: 2-6
Domingos Vieira X Vivian Lau (Hong Kong) – DERROTA: 2-4
Carla Oliveira X Domingos Vieira – DERROTA: 0-5
Carla Oliveira X Vivian Lau (Hong Kong) – DERROTA: 2-3
Carla Oliveira X Sun Gkyu Kim (Coreia) – DERROTA: 1-7

Mundial de Boccia: Portugueses com sortes diferentes

E aí está, o Mundial de Boccia já começou.

No primeiro dia de competição, os atletas portugueses tiveram sortes diferentes, especialmente na classe BC3, onde averbaram 2 derrotas e 1 vitória.

Estes foram os resultados mais surpreendentes, pois não se previa que José Carlos Macedo e Luís Silva perdessem o seu primeiro jogo frente a Evani Calado (Brasil) e Sze Ning Toh (Singapura). Tais resultados colocam pressão neste segundo jogo do grupo, pois torna-se quase impossível perder.

José Carlos Macedo defrontará a campeã paralímpica em título, Ye Jin Choi, um jogo em que terá de demonstrar todo o seu potencial para continuar em prova. Luís Silva jogará com o japonês Aki Kosaka, atleta ainda com pouca experiência internacional pelo que o atleta luso tem altas probabilidades de vitória. O outro atleta lusitano da classe BC3, Armando Costa, cilindrou a estreante Canadiana Mónica Martineau. Jogará de seguida com um atleta da casa, Li Eyuan Dong (China).

535278_900484046735946_4250718110816358087_n.jpg

Na classe BC2, Fernando Ferreira perdeu com o mexicano Jesus Oseguer, um jogo que se previa difícil. Por outro lado, Abílio Valente, venceu Risa Kainuma do Japão.

Nas classes BC1 e BC4, António Marques e Domingos Vieira venceram os seus oponentes. Infelizmente, a ordenação dos grupos juntou Domingos Vieira com Carla Oliveira, pelo que a vitória averbada por Domingos Vieira foi sobre a sua colega de seleção.

De seguida indicamos os resultados do dia 21 (segunda-feira) e os jogos previstos para dia 22 (terça-feira):

 

Resultados atletas portugueses:

António Marques 11 – IO Hong Mac-choi (Macau) 2

Abílio Valente 5 – Risa Kainuma (Japão) 3

Fernando Ferreira 1 – Jesus Oseguer (México) 5

Cristina Gonçalves 6 – Yushae Andrade (Bermuda) 3

Luís Silva 1 – Sze Ning Toh (Singapura) 4

José Carlos Macedo 2 – Evani Calado (Brasil) 3

Armando Costa 21 – Marylou Martineau (Canadá) 0

Domingos Vieira 5 – Carla Oliveira 0

 

JOGOS DIA 22 DE MARÇO – TERÇA-FEIRA (Hora portuguesa)

01.15: Luís Silva X Aki Kosaka (Japão)
01.15: José Carlos Macedo X Ye Jin Choi (Coreia)
02.30: Armando Costa X Li Eyuan Dong (China)
02.30: João Paulo Fernandes X Lukas Balazi (Eslováquia)
03.45: António Marques X Luiz Lima (Brasil)
06.15: Carla Oliveira X Vivian Lau (Hong Kong)
06.15: Domingos Vieira X Kim Sun Gkyu (Coreia)
07.55: Abílio Valente X Martin Davis (Grã Bretanha)
07.55: Fernando Ferreira X Nigel Murray (Grã Bretanha)
07.55: Cristina Gonçalves X Lucas Araújo (Brasil)

Portugal inicia Mundial de Boccia

182940_1699570366953525_602498640212296676_n

Portugal inicia dia 21, segunda-feira, a competição nos mundiais de Boccia que se realizam em Pequim (China).

Após a reunião de team managers, os grupos de competição já são conhecidos, bem como o calendário da prova.

10268544_600517420098153_3016134152592439016_n

Na classe BC1, João Paulo Fernandes integra o grupo de Daniel Pérez (Holanda), primeiro do ranking mundial, pelo que se antevê a necessidade de vencer os outros dois jogos do seu grupo para poder discutir o primeiro lugar. Na mesma classe, António Marques, terá como atleta mais difícil o brasileiro Chagas de Oliveira, 8º do ranking mundial, parecendo ter francas hipóteses de garantir a primeira posição para aceder aos 1/8 de final.

Na classe BC2, Abílio Valente defrontará o japonês Risa Kainuma, e os britânicos Martin Davis e Joshua Rowe, num grupo que parece perfeitamente ao seu alcance. Fernando Ferreira terá uma luta titânica pois integra o grupo do britânico Nigel Murray e do Mexicano Oseguera, que tem sido uma surpresa quanto aos seus recentes resultados.

Na classe BC3, o nosso guerreiro do minho, José Carlos Macedo defronta o difícil belga Kenneth Werwimp e o russo Alexander Legostaev que tem evoluído bastante nos últimos anos. Encontra também a brasileira Evani Calado no seu primeiro jogo, um jogo que não será fácil pela qualidade que têm demonstrado os atletas brasileiros no passado recente. Armando Costa enfrentará Patrick Wilson (GBR), um atleta britânico que tem surpreendido e parece ser uma promessa futura, e o chinês Lieyuan Dong. Já Luís Silva tem pela frente o grego Polychronidis, grande candidato às finais da prova.

Na classe BC4, Domingos Vieira, o outro nosso guerreiro defrontará o chinês Yuansen Zheng, o russo Ivan Frolov e o alemão Boris Nicolai.

Jogos do 1º dia – Dia 21 de março – Hora portuguesa (-8horas):

02.15 – Luís Silva X Ech Sze Ning (Singapura)

02.15 – José Carlos Macedo X Evani Calado (Brasil)

03.30 – Armando Costa X Marylou Martina (Canadá)

06.15 – António Marques X Io Hong Choi (Macau)

07.15 – Domingos Vieira X Carla Oliveira (Portugal)

08.35 – Abílio Valente X Risa Kainuma (Japão)

08.35 – Fernando Ferreira X Oseguera (México)

08.35 – Cristina Gonçalves X Yushae  De Silva Andrade (Bermuda)

1936031_1363848666966014_2272673419835801438_n

Jogos em direto aqui: http://mudu.tv/watch/91668

 

Mário Peixoto vence 2ª etapa do Camp. SCB de Boccia 2016

Boccia_Carlos Dias 3 (1)

Mário Peixoto venceu a 2ª etapa do Campeonato SC Braga de Boccia, etapa que teve a realização das suas finais no passado dia 12 de março no pavilhão da ES Carlos Amarante em Braga.

Após ter sido segundo durante os 2 meses da fase de grupos, Mário Peixoto venceu, nas meias-finais, Domingos Vieira por 6-2, o qual tinha vencido a 1ª jornada. Na outra meia-final José Gonçalves bateu José Carlos Macedo pelos mesmos 6-2.

Na final Mário Peixoto defrontou José Gonçalves, num jogo extremamente disputado (4-4), tendo vencido por parcial de desempate.

Na discussão dos terceiro e quarto lugares, Domingos Vieira levou a melhor sobre José Carlos Macedo, vencendo os 4 parciais por 5-3. Para 5º e 6º lugares, Eunice Raimundo venceu Carlos Clemente por 3-2, e para 7º e 8º lugares, Joaquim Soares venceu Joana Pereira por 6-3.

Após a conclusão desta segunda etapa, Mário Peixoto passou a dividir o primeiro lugar da classificação com Domingos Vieira, seguidos de José Carlos Macedo na terceira posição.

A classificação geral do Campeonato SCB, após esta segunda etapa, é a seguinte:

1º Mário Peixoto (20 pts)

1º Domingos Vieira (20 pts)

3º José Carlos Macedo (17 pts)

4º José Gonçalves (16 pts)

5º Eunice Raimundo (13 pts)

6º Joana Pereira (8 pts)

8º Joaquim Soares (7 pts)

8º Carlos Clemente (7pts)

A terceira etapa deste Campeonato decorrerá entre 14 de março e 15 de abril, decorrendo as finais a 23 de abril.

Finais 2ª Jornada Campeonato SCB – Boccia

IMG_0261


Vencedores 2014-2015

No dia 12 de março realizar-se-ão as finais da 2ª jornada do Campeonato SCB de Boccia. O evento será realizado no pavilhão da ES Carlos Amarante em Braga, contando com a participação dos atletas de competição do clube e o apoio de árbitros formados na modalidade, no âmbito do projeto Boccia Sénior, do Banco Local de Voluntariado de Braga.

Nesta 2ª jornada, Domingos Vieira (1ºA) e José Carlos Macedo (2ºA) garantiram a passagem às meias-finais, defrontando nestas José Gonçalves (1ºB) e Mário Peixoto (2ºB). Eunice Raimundo (3ºA) defrontará Carlos Clemente (3ºB) para a discussão dos 5º e 6º lugares, e Joana Pereira (4ºA) defrontará Joaquim Soares (4ºB) para a atribuição dos 7º e 8º lugares.

Doc1-page-001 (1)

Doc2-page-001

No término desta 2ª jornada, os atletas de competição do clube completam 48 jogos de preparação em situação formal, cada atleta entre 8 e 10 jogos, realizados entre outubro de 2015 e março de 2016, para além dos jogos-treino em âmbito não formal. Esta é uma forma de preparação/avaliação do desempenho ao longo da época e para apuro competitivo em função das provas mais importantes a nível nacional e internacional.

O Campeonato SCB de Boccia é desenvolvido em 4 jornadas contínuas que decorrem em períodos específicos (1ª jornada de outubro a dezembro de 2015; 2ª jornada de janeiro a fevereiro de 2016; 3ª jornada de março a maio de 2016; e a 4ª jornada de junho a julho de 2016). As jornadas têm pesos crescentes, sendo que a 1ª jornada tem peso 1, a 2ª jornada peso 2, a 3ª jornada peso 3, e a 4ª jornada divide (50%) os pontos obtidos até então e soma os obtidos nessa última prova.

É aplicado um sistema de handicap, permitindo que os atletas pior classificados da jornada anterior beneficiem de vantagem no número de bolas por parcial, quando em confronto com os atletas melhor classificados.

Para além de apurar o Campeão SCB de Boccia 2015-2016, esta prova apura o melhor marcador; realça o atleta com a melhor defesa; o atleta com maior número de vitórias e o menor número de derrotas; e valoriza o atleta com maior progressão ao longo das várias jornadas.

A classificação, até às presentes finais é a seguinte:

1º Domingos Vieira (8 pts)

2º José Carlos Macedo (7 pts)

3º Joana Pereira (6 pts)

4º Eunice Raimundo (5 pts)

5º Mário Peixoto (4 pts)

6º Joaquim Soares (3 pts)

7º José Gonçalves (2 pts)

8º Carlos Clemente (1 pts)

Ni hao Beijing! Mundial de Boccia a 15 dias

José Carlos Macedo e Domingos Vieira preparam-se para o Mundial da China.

Ni Hao

NI HAO BEIJING!

Já faltam menos de 2 semanas para os melhores jogadores de boccia do mundo apresentarem-se no palco de Pequim.

O Campeonato do Mundo, que irá decorrer na capital chinesa, irá fornecer a derradeira oportunidade para 137 atletas, de 31 países, amealharem valiosos pontos para o ranking mundial, de forma a poderem qualificar-se para os Jogos Paraolímpicos do Rio deJaneiro.

José Carlos Macedo e Domingos Vieira, acompanhados por Roberto Mateus e Alberto Peixoto, vão disputar a sua qualificação individual nesta importantíssima prova do calendário internacional.

Acompanhem os nossos guerreiros, e Portugal, nesta aventura que está prestes a começar.

As entradas confirmadas de atletas para o evento já estão disponíveis em: http://www.bisfed.com/less-than-2-weeks-to-go/

 

Domingos Vieira Vice-Campeão Norte

 

IMG_0805.JPG

Domingos Vieira conquistou a segunda posição no Campeonato Nacional de Boccia – Zona Norte, classe BC4, que decorreu em Paredes nos dias 27 e 28 de fevereiro. O atleta do Sporting Clube de Braga discutiu o título regional com Pedro da Clara (Futebol Clube do Porto), tendo levado o jogo a parcial de desempate (2-2).

Os demais atletas do clube obtiveram as seguintes posições: Carlos Clemente (4º – BC1); Joaquim Soares (16º – BC2); Joana Pereira (10ª – BC4).

IMG_0613